Feeds:
Posts
Comentários

Posts Tagged ‘Congregação religiosa engajada no combate ao tráfico de crianças e jovens nas Filipinas (Agência Fides)’

Crianças filipinas em momento de oração

Fonte/imagem: Missão Portas Abertas

_____________________________________________________________________________________________

Fonte: Agência Fides

23.02.2011

ÁSIA/FILIPINAS – Jovem congregação de religiosas engajadas no combate ao tráfico de jovens, a partir da raiz

Cebu (Agência Fides) – As Filipinas são o quarto dentre os dez países com o maior índice de prostituição infantil. Esta chaga muito grave envolve moças de 15 a 20 anos, mas não poupa meninas de apenas 8 anos. Segundo uma informação enviada à Agência Fides pela Catholic News Agency, Irmã Irene Baquiran, da Congregação da Arquidiocese de Cebu “Immaculate Mary Queen of Heaven Missionaries”, IMQHM, engajada na evangelização dos oprimidos, declarou que as vítimas são obrigadas a ter de 5 a 10 encontros sexuais por noite, por 2 dólares cada. A maior parte das jovens é drogada ou narcotizada por seus exploradores, para suportar o horror. Para combater a pobreza desde suas raízes, as irmãs missionárias IMQHM visitam as aldeias onde os exploradores recrutam as jovens e lhes prometem um bom trabalho na cidade. Através do programa-piloto Feeding of the Good Shepherd Foundation, tentam tirá-las da prostituição oferecendo ajuda. Quando estão em missão, as irmãs caminham em pares e não usam o hábito religioso. Uma das duas entra em um bar e se aproxima da jovem que provavelmente precisa de ajuda, a outra permanece fora para assinalar eventuais riscos. Se conseguem fazer amizade com a menor que quer sair do túnel da prostituição, as irmãs a encaminham ao orfanato onde pode ser hospedada e receber instrução. Irmã Irene relata que as irmãs transformaram seu instituto de Cebu na “Casa do Amor”, ou MQHM Rehabilitation and Livelihood Training Center, onde oferecem abrigo, alimentos, instrução, assistência de saúde e formação profissional às ex-prostitutas e seus filhos. Atualmente, as irmãs hospedam 20 vítimas do tráfico. As irmãs oferecem também instrução a 800 estudantes da escola fundamental e 275 da escola superior. As IMQHM têm grandes projetos para a missão: querem realizar um centro de acolhimento maior, para hospedar até 500 mulheres e crianças menores de cinco anos. Até 2012 esperam introduzir cursos vocacionais e classes de estudo superior. A ordem, fundada em 1996 por Irmã Corazon Salazar, conta oito irmãs professas, 11 com votos temporários e três noviças. Seu carisma é dirigido às mulheres e crianças vítimas da prostituição e da luta à pobreza, causa principal da prostituição. (AP) (23/2/2011 Agência Fides)

Publicado em Agência Fides.

Read Full Post »