Santa Teresa de Ávila – Memória – 15 de Outubro – 1515-1582 (Vídeo biográfico – Canto Coral -“Nada te turbe” – Gloria TV)

Fonte: Gloria.tv – Jesus of Nazareth Productions

SANTA TERESA DE JESUS (1515-1582) – Memória – 15 de Outubro

Para assistir, clique no link a seguir: Gloria.tv –  Words of St. Teresa Of Avila –  “NADA TE TURBE” (Vídeo biográfico – Canto Coral – Espanhol).

Publicado em Jesus of Nazareth Productions (Gloria.tv).

Autor: Lúcia Barden Nunes - Blog "Castelo Interior - Moradas"

Assinatura no blog: Lúcia Barden Nunes. Católica (Igreja Católica Apostólica Romana). Jornalista (Reg.Prof. MTb/RS 7.142- Lúcia Aparecida Nunes). Estado Civil: Casada (com Arturo Fatturi). Local de nascimento: Rio Grande do Sul. Data: 1960. País: Brasil.

2 comentários em “Santa Teresa de Ávila – Memória – 15 de Outubro – 1515-1582 (Vídeo biográfico – Canto Coral -“Nada te turbe” – Gloria TV)”

  1. Obrigada, Marinete.
    Santa Teresa de Ávila escreveu esta estrofe “Tudo passa…”, dentro do poema “Nada te Turbe”, e na sequência “…só Deus não muda”. Aos olhos da Fé, creio que é consolador. O bom passa e o ruim também – só a piedade de Deus é imutável.
    Verdade é que o sofrimento humano parece ter uma continuidade no tempo, em todas as épocas. Santa Teresa, pelo que li, sofre muito com o sofrimento que vê à sua volta, e, por ser muito perspicaz, estende este estado de coisas a todos os cantos da terra. Mas, chega o dia em que, após muitos momentos de oração (que chama de “mental”), ela constata que Deus é o Criador e tudo regula, ainda que respeite o livre arbítrio de cada criatura, e, mais ainda, sobre tudo derrama Sua misericórdia. Este amor ele doa aos justos e, paradoxalmente, aos maus, em vista da salvação de suas almas. A tradição da Igreja nos ensina que o mal não cessa de se impor porque são puro mistério os caminhos de Deus. Desculpe-me, me alonguei… Preciso de muito mais leitura de suas obras, certo?
    Tenho por certo que o tema do sofrimento humano é muito complexo. Diante de seu comentário, por ter idêntico mal-estar com o sofrimento que grassa no mundo, lembro agora de um dito bem conhecido de leitores das obras principais de Santa Teresa: “Não se trata de muito pensar, e sim, de amar”. Assim, quando me angustio, lembro de Madre Teresa de Calcutá, que pode ser tomada como exemplo moderno deste pensamento de Santa Teresa de Jesus. É tudo que nos resta diante de tantas dores…
    Seu comentário foi muito sensível e instigante. Um abraço fraterno e até mais.

    Curtir

  2. Muito bom seu blog Lucia.
    “Tudo passa….” mas até quando ???
    Não me conformo com tanto sofrimento nesse mundo.

    Curtir

Deixe seu comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: