“(…) Anseio ver paz e reconciliação nestas terras atormentadas” – 13 de maio de 2009 – Papa Bento XVI.

Nazaré (Israel)
Nazaré (Israel)

Fonte: Rádio Vaticano – http://www.radiovaticana.org/bra/Articolo.asp?c=287372

13/05/2009 18.59.04

PAPA AO POVO PALESTINO: EMBORA MUROS POSSAM SER FACILMENTE CONSTRUÍDOS, NÃO DURARÃO ETERNAMENTE

Belém, 13 mai (RV) – O último compromisso do Santo Padre nos Territórios palestinos foi a visita de cortesia, às 18h locais (meio-dia de Brasília) ao presidente da Autoridade Nacional Palestina (ANP), Abu Mazen, no palácio presidencial, em Belém. Ali, o pontífice encontrou também representantes de algumas comunidades palestinas de Gaza e da Cisjordânia.

Após o colóquio privado entre Bento XVI e Abu Mazen, teve lugar, no pátio do palácio presidencial, a cerimônia de despedida.

Ao agradecer ao presidente da ANP pela sua hospitalidade e pelas palavras a ele dirigidas, o papa disse ter sido motivo de grande emoção escutar também o testemunho dos residentes que falaram das condições de vida na zona ocidental e em Gaza. “Asseguro a todos vocês que os tenho no meu coração e anseio ver paz e reconciliação nestas terras atormentadas” – enfatizou o Santo Padre.

Bento XVI expressou ainda, a alegria de ter podido celebrar a missa com uma grande multidão de fiéis no lugar onde nasceu Jesus Cristo, “luz das nações e esperança do mundo”. A seguir, o papa descreveu a experiência vivida em cada etapa de sua visita aos Territórios palestinos.

Referindo-se ao muro existente nos Territórios, separando os vizinhos e dividindo as famílias, exortou os presentes a olharem para o futuro.

“Embora os muros possam ser facilmente construídos, todos sabemos que não duram eternamente. Mas antes é necessário remover os muros que construímos em torno dos nossos corações, as barreiras que erigimos contra o nosso próximo. Eis o motivo pelo qual, ao despedir-me de vocês, quero renovar o meu apelo à abertura e à generosidade de espírito, ao fim da intolerância e da exclusão. Por mais que um conflito possa parecer profundo e sem saída, existem sempre motivos para esperar que possa ser resolvido, que os esforços pacientes e perseverantes daqueles que trabalham pela paz e a reconciliação, no fim darão os seus frutos.”

O Santo Padre expressou ainda, que seu fervoroso desejo é que isso possa logo se realizar, e que o povo palestino possa finalmente gozar aquela paz, liberdade e estabilidade da qual há tanto tempo tem sido privado. Em seguida, o papa assegurou, nesse sentido, o empenho da Santa Sé:

“Asseguro a todos vocês que aproveitarei toda oportunidade para exortar aqueles que estão envolvidos nas negociações de paz a trabalharem por uma solução justa que respeite as legítimas aspirações de ambos, israelenses e palestinos. Como passo importante nessa direção, a Santa Sé deseja estabelecer brevemente, de acordo com a Autoridade Palestina, a Comissão Bilateral de Trabalho Permanente que foi delineada no Acordo de base, assinado no Vaticano no dia 15 de fevereiro do ano 2000 (cfr Acordo de base entre a Santa Sé e a Organização para a Libertação da Palestina, art. 9).”

Concluída a cerimônia de despedida, o Santo Padre deixou os Territórios palestinos, retornando para a Delegação Apostólica de Jerusalém, onde se encontra hospedado nestes dias da sua XII viagem apostólica internacional.

Amanhã, quinta-feira, sétimo dia de sua peregrinação na Terra Santa, Bento XVI passará todo o dia em Nazaré, onde, às 10h locais (4h de Brasília), no Monte do Precipício, presidirá à santa missa. Às 15h50 locais, no Convento dos Franciscanos de Nazaré, terá um encontro com o primeiro-ministro de Israel, Benjamim Netanyahu.

Em seguida, às 16h30, no Santuário da Anunciação de Nazaré, terá um encontro com os chefes religiosos da Galiléia. Às 17h, visitará a Gruta da Anunciação, no Santuário de Nazaré.

No último compromisso do dia, meia hora depois, sempre no Santuário da Anunciação, fará a celebração das Vésperas com os bispos, sacerdotes, religiosos e religiosas, membros de Movimentos eclesiais e agentes de pastoral da Galiléia.

No final do dia, Bento XVI deixará Nazaré, retornando para a Delegação Apostólica de Jerusalém. (RL)

Fonte: Rádio Vaticano.

* Grifos de minha autoria.

Crédito/imagem: Wikimédia Commons – Informações sobre “Nazaré (Israel) http://pt.wikipedia.org/wiki/Nazar%C3%A9_(Israel)

Autor: Lúcia Barden Nunes - Blog "Castelo Interior - Moradas"

Assinatura no blog: Lúcia Barden Nunes. Católica (Igreja Católica Apostólica Romana). Jornalista (Reg.Prof. MTb/RS 7.142- Lúcia Aparecida Nunes). Estado Civil: Casada (com Arturo Fatturi). Local de nascimento: Rio Grande do Sul. Data: 1960. País: Brasil.

Deixe seu comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: