“Teresa não pactua com a mediocridade e decide-se a entrar nesta aventura com uma ‘determinada determinação’, pondo a sua confiança em Deus que passa a ser o protagonista da sua vida. Em 1572 começa a etapa de plena comunhão, do matrimónio espiritual com Deus.” – Testemunho – “Para vós nasci” – Carmen Valls – 24.09.2010

TESTEMUNHO

Fonte:  “Para vós nasci”  – Teresa de Jesus – Preparando o V Centenário (1515-2015)

24-09-2010

Carmen Aparicio Valls – Universidade Gregoriana, Roma – Directora do Departamento de Teologia Fundamental

Não é outra coisa a oração mental, no meu parecer, senão tratar de amizade, estando muitas vezes a sós com quem sabemos que nos ama”(S.Teresa de Jesus)

Quando penso no Livro da Vida de Santa Teresa automaticamente me vem à memória esta frase. Creio que expressa de uma forma preciosa o que ela transmite neste livro. Quem se abeira desta obra pensando encontrar uma autobiografia, certamente se sentirá defraudado, a não ser que à medida que entra nesta história, se sinta, como Edite Stein, tão atraído que não a possa deixar. Sim, tem dados da sua vida, da sua família, da sua biografia, mas não é este o conteúdo do livro.
Se tenho que definir esta obra, diria que é precisamente a história de amizade de uma mulher que se deixou agarrar pelo amor de Deus; de uma pessoa eminentemente humana porque toda de Deus.

Que Teresa descobri através da narração do Livro da Vida? Descobri uma mulher que não se deixa amedrontar pelas dificuldades, uma mulher sensível, apaixonada, com uma forte afectividade e uma grande capacidade de amar, uma mulher contemplativa. Faz-me pensar em Paulo, o apóstolo que se deixou agarrar por Cristo e que, o mesmo ímpeto que pôs para perseguir os cristãos o porá para anunciar Aquele que deu a sua vida por nós. Teresa, como Paulo, emprega todos os dons que recebeu para viver uma nova aventura, para viver profundamente a relação com Jesus, com o seu Jesus, o Amigo. Todo o livro é uma aventura, a aventura da graça que actua na pessoa, a aventura da experiência de Deus, a aventura do amor vivido no Amor.
Teresa também nos faz aproximar da debilidade. É uma mulher que fisicamente sofreu, esteve doente várias vezes, inclusive levaram-na a perder a esperança, uma mulher que experimentou a fragilidade do corpo, mas que experimentou sobretudo a debilidade da alma. O caminho da amizade com Jesus não é fácil e Teresa também nos fala das quedas, do perigo do auto-engano, das más companhias, do perigo de deixar a oração. Há duas datas que não se podem esquecer: 1554 e 1572. Na vida de Teresa há vários momentos de conversão, de voltar a começar. 1554 é o momento da conversão; é o momento em que podemos dizer que a graça irrompe na sua vida.

Teresa não pactua com a mediocridade e decide-se a entrar nesta aventura com uma “determinada determinação”, pondo a sua confiança em Deus que passa a ser o protagonista da sua vida. Em 1572 começa a etapa de plena comunhão, do matrimónio espiritual com Deus.
Nesta comunicação da sua aventura espiritual Teresa ensinou-me muitas coisas. Uma delas é a importância das boas amizades e boas leituras: quantas vezes Teresa faz referência a isto! Quanta riqueza nessas conversas que levam a Deus!
Outra coisa que me chama a atenção é a capacidade de Teresa de dar nome aos seus sentimentos, de comunicar uma experiência interior. Juntamente com isto a capacidade de ler a passagem de Deus, o Deus providente que vai predispondo as coisas para que possamos reconhecê-l’O e conduzir-nos a Ele. E Teresa conta- nos a passagem de Deus pela sua vida, a sua história pessoal de salvação, a obra de Deus nela que a fez uma criatura nova.

Publicado em “Para vós nasci” – http://www.paravosnasci.com/ .

Autor: Lúcia Barden Nunes - Blog "Castelo Interior - Moradas"

Assinatura no blog: Lúcia Barden Nunes. Católica (Igreja Católica Apostólica Romana). Jornalista (Reg.Prof. MTb/RS 7.142- Lúcia Aparecida Nunes). Estado Civil: Casada (com Arturo Fatturi). Local de nascimento: Rio Grande do Sul. Data: 1960. País: Brasil.

Deixe seu comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: