Corpus Christi – O que significa celebrar a Festa ou celebrar a Eucaristia? Quais são as suas consequências? (Catolicismo Online)

Fonte: Catolicismo Online (conteúdo extraído do site Grupo de oração Filhos de Maria)

corpus-christi-2

Reflexão

O que significa celebrar a Festa de Corpus Christi?

 Quais são as suas consequências?

Postado por Natanael Melo

1. A festa de Corpus Christi é a festa de caridade, porque a Eucaristia significa também o maior amor, a maior generosidade e a maior entrega de Cristo. Honrar o Corpo de Cristo significa também aproximar-se do irmão com o maior respeito e disponibilidade, porque ele também é o Corpo de Cristo (Igreja é o Corpo de Cristo e o Cristo sua cabeça). O Corpo de Cristo é partido em nossos altares para saciar nossas fomes de sentido, mas também para termos mais consciência de sermos mais generosos a exemplo de Cristo.

2. A Eucaristia é uma ceia fraterna na qual todos são tratados como irmãos e irmãs. A ceia fraterna não pode ser entendida sem comunhão fraterna, sem convivência com o Senhor e com os demais comensais ou com as demais pessoas. É certo que a Eucaristia constrói ou edifica a Igreja, mas a constrói ou edifica como comunidade que compartilha. Compartilhar é mais do que repartir o que temos, é mudar nossa forma de pensar e de viver para fazer possível uma convivência fraterna e solidária. Como dizia João Paulo II: “Nossa união com Cristo na Eucaristia deve manifestar-se, no dia de hoje, em nossa existência: em nossas atividades, em nossa conduta, em nosso estilo de vida e na relação com os demais”. Não é possível celebrar ou participar da Eucaristia sem a vivencia do amor fraterno, da caridade mútua e da solidariedade. Um escritor francês disse: “Não se pode crer impunemente”, isto é, não se pode crer sem que tenha consequências em nossa vida. Não se pode comungar o Corpo de Cristo sem que tenha consequências em nossa vida. Compartir o pão com os irmãos, especialmente com os necessitados é comungar com Cristo. Não tomaremos a sério a comunhão se não tomarmos a sério a vida, a justiça, a fraternidade e a honestidade.

3. O Corpo de Cristo significa o Pão que partimos, o pão da vida (Jo 6,52). Mas quando a comunhão é entendida como “minha comunhão”, assunto privado entre Jesus Cristo e minha vida, o Corpo de Cisto que é a Igreja se desintegra: cada um come seu próprio pão e este já não é “pão que partimos”. Não podemos pertencer à Igreja de Cristo como se pertencesse a um clube somente para utilidade própria. A comunhão somente é autêntica quando não se privatiza e se apropria. Comungar Cristo significa comungar com os demais como irmãos porque Jesus Cristo entregou sua vida para a salvação de todos. São Paulo destaca a exigência de unidade que brota da Eucaristia. Todos os que comungam o Corpo e o Sangue de Cristo se fazem com ele um só corpo. A unidade de alimento produz também unidade entre os membros da comunidade que o assimila. As diferenças que humilham uns irmãos contradizem o amor a Cristo e a unidade entre os membros da comunidade. Por isso, hoje é o dia oportuno para uma revisão de nossa vida comunitária vivida na comunhão e na fraternidade que dimana da Eucaristia.

4. Comer o Corpo e beber o Sangue do Senhor significa comer e beber o amor à vida e todo o que se refere à vida: liberdade, justiça, participação, fraternidade, igualdade. Uma Eucaristia que fica reduzida a um mero ato litúrgico é uma traição à última Ceia de Jesus da qual nasceu a Igreja. Trata-se de uma Igreja de irmãos, de apóstolos (enviados), de testemunhas, de mártires. Comer e beber a carne e o sangue de Jesus significa alimentar-se e alimentar uma humanidade necessitada de Jesus, Pão da Vida. É uma humanidade que para poder ser chamada de cristã precisa fazer desaparecer a injustiça, o ódio, a vingança, a discriminação, o racismo e assim por diante. Comungar com Cristo é comungar com sua causa. Todos somos chamados a seguir a Jesus Cristo, a ter fé nele, a caminhar pelo seu caminho. Todos nós sabemos que em Cristo temos o Caminho, a Verdade e a Vida. Na última Ceia Jesus nos recomendou: “Fazei isto em minha memória”. Toda Eucaristia é memorial que faz presente a entrega à morte do Mestre. Na Eucaristia, é o amor no Filho que se entregou para que possamos ter a vida eterna. Quem descobre o amor de um Deus que amou tanto os homens (cf. Jo 3,16), experimenta a chamada para difundir entre os homens este mesmo amor. Não se pode comungar com o gesto supremo de amor e ao mesmo tempo continuar odiando, desprezando os outros.

5. A Eucaristia é o alimento do povo de Deus que peregrina neste mundo. É o Pão do céu que gera a vida além da morte. Precisamente como peregrinos a Eucaristia se torna para nós o viático com o qual o cristão ganha sua força para poder passar deste mundo para a casa do Pai. O viático dá ao cristão a garantia de que sua morte não será o término e sim trânsito para a vida eterna, vida gloriosa.

A partir destes pensamentos e de outros tantos referentes a esta festa, vem a pergunta para cada um de nós: “Comungo o Corpo do Senhor apenas para cumprir o preceito ou tenho consciência de que ao comungar o Corpo do Senhor devo ser outro Cristo para os demais?”.

Fonte: http://www.filhosdemaria.com.br

Publicado em Catolicismo Online.

Autor: Lúcia Barden Nunes - Blog "Castelo Interior - Moradas"

Assinatura no blog: Lúcia Barden Nunes. Católica (Igreja Católica Apostólica Romana). Jornalista (Reg.Prof. MTb/RS 7.142- Lúcia Aparecida Nunes). Estado Civil: Casada (com Arturo Fatturi). Local de nascimento: Rio Grande do Sul. Data: 1960. País: Brasil.

2 comentários em “Corpus Christi – O que significa celebrar a Festa ou celebrar a Eucaristia? Quais são as suas consequências? (Catolicismo Online)”

  1. Que mensagem extraordinária! Ao comungarmos o Corpo e o Sangue de Cristo, todas as nossas células serão nutridas pelo Corpo e Sangue de Cristo. O nosso sangue estará repleto do Sangue de Cristo…seremos um com ELE! Não podemos agir de forma diferente…nossas atitudes devem ser consonantes às do Cristo…em nossas faces devem resplandecer a Face do Cristo Vivo e Verdadeiro. Isto é comungar verdadeiramente o Corpo e o Sangue de Cristo…”Fazei, Senhor, brilhar em mim a Luz de Vossa Face”.

    Curtir

Deixe seu comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: