5ª Jornada da Pastoral da Cultura: “Elogio à liberdade” – SNPC (Fátima – Portugal)

Convite

5ª Jornada da Pastoral da Cultura: «Elogio à liberdade»

Secretariado Nacional da Pastoral da Cultura (SNPC)
Fátima – Portugal

Na atenção que a Igreja dedica à Cultura (ela sabe que aí, de forma prática, se joga a construção do humano) pretende-se afirmar a liberdade como valor inegociável, mas necessariamente articulado com a Verdade, o Bem e a Beleza. Temos de perguntar: “que liberdade é que buscámos e vivemos?”; ou então: “para que serve, para que tem servido a nossa liberdade?”. A cem anos da Implantação da República (importante efeméride a que a Igreja se associa), reflectir sobre Portugal é olhar para a liberdade e averiguar o seu grau de pureza. Conheça o programa e inscreva-se «online».

5 de junho de 2009

9h45: Inscrições e acolhimento – Casa de Nossa Senhora das Dores, Fátima.
10h30: Conferência e debate – “O Estado da Liberdade, um Olhar ao Portugal de Hoje” – José Manuel Fernandes (Director do «Público»)
Moderação: Filipe d’Avillez (Jornalista da Rádio Renascença)
11h45: Intervalo
12h00: Variações Sobre a Liberdade – Madalena Wallenstein (Professora de música, encenadora)
12h30
Missa
13h15
Almoço
14h45: Mesa redonda “Que Havemos de Fazer Com a Liberdade?” – D. Manuel Clemente (Presidente da Comissão Episcopal da Cultura, Bens Culturais e Comunicações Sociais), e Marcelo Rebelo de Sousa (Professor universitário)
Moderação: Paulo Rocha (Director da Agência Ecclesia)
16h15
Intervalo
16h30
Acto de Entrega da edição de 2009 do «Prémio de Cultura Árvore da Vida – Padre Manuel Antunes»
Prof. Adriano Moreira
Apontamento musical
Ensemble em Sol

Quem pode participar na Jornada? Todos os interessados. Como posso participar na Jornada? Através de inscrição.

Índice das perguntas

© SNPC 18.05.2009

…………………………………………….

Da Bíblia – Secretariado Nacional da Pastoral da Cultura (SNPC)

Ben Sirac 43, 6-10

Também a Lua, sempre exacta,
é a marca dos tempos e o sinal do futuro.
É a Lua que determina os dias festivos,
o seu brilho diminui a partir da Lua-cheia.
É ela que dá o nome ao mês,
e cresce, de modo admirável, nas suas fases.
É farol dos exércitos celestiais,
que brilha no firmamento do céu.
A glória dos astros faz a beleza do céu,
ornamento que brilha nas alturas do Senhor.
À palavra do Santo, dispõem-se segundo as suas ordens,
e nunca se cansam de estar de sentinela.

Da Bíblia

Evangelho segundo São Mateus 16, 1-3entardecer

Então, os fariseus e os saduceus aproximaram-se dele; e, para o tentarem, pediram-lhe que lhes fizesse ver um sinal do Céu.
Ele respondeu-lhes: «Ao entardecer, vós dizeis: ‘Vamos ter bom tempo, pois o céu está avermelhado’; e, de manhã cedo, dizeis: ‘Hoje temos tempestade, pois o céu está de um vermelho sombrio.’
Como se vê, sabeis interpretar o aspecto do céu; mas, quanto aos sinais dos tempos, não sois capazes de os interpretar!

Autor: Lúcia Barden Nunes - Blog "Castelo Interior - Moradas"

Assinatura no blog: Lúcia Barden Nunes. Católica (Igreja Católica Apostólica Romana). Jornalista (Reg.Prof. MTb/RS 7.142- Lúcia Aparecida Nunes). Estado Civil: Casada (com Arturo Fatturi). Local de nascimento: Rio Grande do Sul. Data: 1960. País: Brasil.

Deixe seu comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: