Feeds:
Posts
Comentários

Archive for novembro \29\-03:00 2008

Em 1562, Teresa deu início à reforma dos Carmelos tão numerosos na Espanha. Obra gigantesca que exigiu de sua vocação para a contemplação e doação total à ação e suas lutas e experiências místicas, produziram obras imortais, como o caminho da perfeição, as moradas, a autobiografia que são ainda hoje, fontes de perene vida e seta que aponta a finalidade da via carmelita: União absoluta com Deus até se formar uma espécie de matrimônio espiritual entre a alma e Deus.
O seu segredo é o amor. Santa Teresa conseguiu fundar mais de trinta e dois mosteiros, além de recuperar o fervor primitivo de muitas carmelitas, juntamente com São João da Cruz. Teve sofrimentos físicos e morais antes de morrer, até que em 1582 disse uma das últimas palavras: “Senhor, sou filha de vossa Igreja. Como filha da Igreja Católica quero morrer”.

Fonte/texto-imagem: http://www.paroquiadeaparecida.com.br/santoout.htm

……..

“Deixe suas lágrimas ao sair”

“Em algumas localidades da Pérsia, as pessoas dão grande valor às lágrimas. Acreditam que elas possuem virtudes curativas. Nos velórios são oferecidas esponjas aos presentes para que estes enxuguem suas lágrimas. À saída, as esponjas são recolhidas, e o seu conteúdo, cuidadosamente guardado. É comum haver nas câmaras ardentes, avisos como este:

Não esqueça de entregar suas lágrimas

(…) A Bíblia registra, nos Salmos, estas palavras do rei Davi:

Põe as minhas lágrimas no Teu vaso.

Deus deseja guardar suas lágrimas. Você é do tipo que esbanja alegria com os amigos, e depois isola-se para chorar? Sente uma angústia que parece não ter fim? Amargura-se pelas injustiças sofridas? E sofre sob o peso da própria consciência?

É hora de abandonar essa angústia em que mergulhou sua alma. E, ao sair, não se esqueça: entregue a Deus todas as suas lágrimas e pesares. Você pode fazê-lo através de Jesus, o Filho de Deus. Permita que Ele se torne não apenas o guardião de suas lágrimas, mas também o Senhor de sua vida. Ele lhe dará, independentemente das circunstâncias, uma vida de eterna paz.

E quando ingressar na eternidade, você deixará para sempre suas lágrimas. E Deus limpará de seus olhos toda lágrima, e não haverá mais morte, nem pranto, nem clamor, nem dor, porque as primeiras coisas são passadas. (Apocalipse, 21.4)

——-

Encontrei este pequeno texto, à entrada de uma loja na cidade em que residimos. Antes o havia encontrado em um balcão de uma agência dos Correios há sete anos, em outra cidade. Omiti cinco linhas, pois possuíam o tom de pregação específico de determinada denominação cristã não-católica. A capa do “fôlder” estampa gotas em um vidro, sob um fundo azul, e letras brancas com a seguinte inscrição: “Deixe suas lágrimas ao sair”. Na contracapa, nas duas vezes que o apanhei para ler, pela beleza e simplicidade, havia somente a sigla “CPAD”, impressa com fonte pequena, em vermelho. Não há carimbo com o endereço da denominação, apesar de haver espaço reservado. Achei importante a seguinte inscrição, na vertical, com letras minúsculas: “Não jogue este impresso em via pública”. É um apelo que envolve  o  conceito de cidadania, mas é paradoxal pelo fato de que se não estivesse no chão da entrada da loja, eu não o divulgaria neste espaço. Encontrei o primeiro, idêntico a este há alguns anos, em um balcão, mas o repassei para outra pessoa, que também o considerou encantador. Portanto, ainda que a mensagem não seja  de fonte católica, em seu conjunto, para mim, é um texto singelo e consolador.

DESASTRE AMBIENTAL INDICA NECESSIDADE DE DOAÇÕES PELO PERÍODO ESTIMADO DE UM ANO

Assim, o texto do impresso “Deixe suas lágrimas ao sair” tem muita relação com o que lhes relatarei, devido ao cenário de desolação e de sofrimento de cada um dos atingidos pelo excesso de chuvas (em dias e quantidade), no estado de Santa Catarina (SC), no Brasil.

O importante, em meio a tudo, é que a solidariedade, felizmente, não está “em extinção”: cidades de outras regiões de SC se dividem entre água, alimentos, roupas em bom estado, colchões, cobertores, móveis e eletrodomésticos. Além disso, estados como São Paulo, Paraná e Rio Grande do Sul enviaram caminhões com estes donativos, e, inclusive, para resgate das vítimas, helicópteros e aeronaves, que somados aos do Estado de SC, chegou ao número de 29, entre públicos e particulares, até ontem, dia 27.

Assim, o País todo acompanha a tragédia que Santa Catarina vive, devido às inundações de casas e até apartamentos, que chegaram até o 2º andar de alguns, nas zonas menos altas do município de Itajaí. Foram registradas hoje, oficialmente, 99 mortes. O município de Ilhota, com maior número de mortes – 29, possui uma área habitada entre dois morros. Por conta disso, foram soterrados de um momento para outro… O Exército foi obrigado a dar ordem expressa para os moradores dos arredores para que abandonem suas casas, segundo as últimas notícias de hoje. Portanto, há risco de deslizamentos em outras áreas, próximas à tragédia, em Ilhota. Enfim, vários municípios da região leste de de Santa Catarina estão em estado de calamidade pública, e outros em estado de alerta, por conta da instabilidade climática.

Por quase dois meses, as chuvas foram esparsas em SC, e, progressivamente, se tornaram mais intensas e contínuas na região leste do Estado. A previsão para a região é de que as chuvas cessem totalmente somente no domingo (dia 30). Esta região de SC inclui os municípios acima, além de Blumenau, Joinville, Pomerode, Nova Trento, entre outros menos populosos. Infelizmente, todos foram atingidos em maior ou menor escala por enchentes, deslizamentos e quedas de barreira nas rodovias principais. No litoral, à saída da capital, na ilha de Florianópolis, houve deslizamentos, mas felizmente há registro de somente uma vítima fatal. À saída da Ilha, em direção ao Rio Grande do Sul, ocorreu um deslizamento que cobriu certo trecho da BR101, situado ao final do município de Palhoça, conhecido por “Morro dos Cavalos”. Não há notícias de vítimas, mas a rodovia está interditada há cinco dias, havendo previsão de retirada total da terra, provavelmente até a próxima segunda-feira. Para carros pequenos (e somente estes) há uma estrada lateral na localidade chamada Enseada do Brito. No entanto, por precaução os órgãos responsáveis aconselham que seja evitado o tráfego na BR101-SC, na medida do possível, em toda a sua extensão devido à possibilidade de quedas de barreiras. Isto, pelo menos até que o tempo se torne estável. Afinal, não aconteceu de fato a estação de primavera em SC. Segundo um climatologista catarinense, é atípica, tendo acontecido algo semelhante há nove anos, portanto em 1999.

O mesmo quadro de chuvas intensas está assolando o estado do Espírito Santo. Na prática, começamos a pressentir o início de um certo descontrole no clima. No entanto, tais surpresas climáticas vêm ocorrendo em todos os cantos do mundo. Em geral, os especialistas dizem que esta realidade é devida aos desmatamentos indiscriminados (sem reflorestamento), desvios de rios, e poluições de todo tipo, principalmente do ar, que provocam o chamado “efeito estufa”.

Creio que, para o futuro, é imprescindível que haja reforço na formação, desde a escola, em vista da preservação do meio ambiente, além do incremento de estudos sobre tecnologias não poluentes, em todo o Brasil. Quanto à formação de crianças e jovens para o enfrentamento de desastres ecológicos ou riscos, já existe um projeto em andamento na Defesa Civil do estado de Santa Catarina .

Read Full Post »

“Religion, Innocence, Angel” – Autor: Baltar (Fotografia)

Fonte: http://www.sxc.hu/photo/479662

religion_innocence_angel_232127_l2

No “Livro da Vida” (Obras Completas, Cap. 2, pgs. 30 a 33), acessível também em E-book , ao lado (mais abaixo, no Blogroll), Santa Teresa de Jesus dá pistas, a partir de sua própria vida, de como os pais podem melhor proteger seus filhos dos perigos que os espreitam fora de seus lares. Ela frisa muito o aspecto das más-companhias (e se trata principalmente de uma prima, um pouco mais velha), e, de modo algum, culpa sua mãe, pelas leituras que permitia aos filhos e filhas. Seu pai não aprovava, tanto que chega a confessar que lia às escondidas… Em sua maturidade, lamenta a “má influência”que os denominados ‘livros de cavalaria” exerceram sobre o desenvolvimento de sua personalidade, pelo menos até o fim de sua adolescência. Nestes romances, os narradores relatam a saga de personagens que atravessam reinos em seu cavalos e suas aventuras amorosas. O estilo é cavalheiresco, fantasioso. Ainda que fossem ingênuos em comparação com as publicações e com os materiais áudio-visuais de nossa época, na verdade poderiam ser considerados como sub-literatura, já que Cervantes os ridicularizava (conforme a nota 2 – “Livro da Vida” – Obras Completas). No entanto, eram muito lidos durante todo o século XVI, em toda a Europa. Santa Teresa de Jesus acreditava que havia perdido virtudes ao lê-los (talvez pelos devaneios, ou então, pelas supostas vaidades que tais leituras teriam incutido nela e em suas primas e amigas…).

De fato, o consumismo moderno tornou precoces os comportamentos de crianças e jovens, tanto em relação ao vestuário, calçados (a meu ver, os saltos altos podem afetar a estrutura óssea das meninas), cosméticos (desnecessários, já que terão a vida inteira para usá-los, não?), e sob outro aspecto, são comuns as cenas de novelas em que a libido dos adultos é partilhada “em família”. Inclusive, há observações sobre os “excessos” das novelas brasileiras na própria em vários artigos na net. Além de toda esta lista de “descuidos” com as mentes das crianças e jovens, o mesmo acontece com a programação das tevês a cabo e em relação a conteúdos adultos, espalhados, sem nenhum controle na internet. Apesar de não estarem em condições de avaliar adequadamente tais sites, as crianças e os jovens são curiosos, o que é natural nesta idade. Mas o custo para a formação de suas personalidade é altíssimo, para eles próprios e para os pais.

Limitação natural

Uma coisa é certa: é um problema mundial. Então, façam o “impossível” para cuidar de seus filhos e jovens. Eu e meu marido não somos pais porque sou portadora de uma doença auto-imune – “Endometriose”. Pode ter causa genética (falha DNA em relação a certo tipo de alergias/auto-imunidade), ou mesmo poluição (devido às dioxinas, que acabam afetando mulheres alérgicas). As dioxinas provém de emanações da queima de petróleo. Em mim, foi diagnosticada como “moderada”, já quase aos 34 anos. Foi sofrido até ali, e depois… idem, principalmente pela inexorabilidade. Pelos médicos, pelo conjunto do que ela afeta – em grau moderado – no organismo feminino, restaria para nós somente a fertilização in-vitro. Sou contra, e meu marido também. Primeiramente, por achar incoerente (alguns embriões ficam congelados, enquanto outros serão jogados fora, etc., após algum tempo…). Além disso, nosso ponto de vista religioso impede, sem qualquer margem de dúvida, tal “saída”.

Um alerta: a Endometriose não é uma doença com qualquer componente de malignidade, mas dificulta a gravidez (apresenta três níveis – leve, moderada ou grave).  Cientificamente é tida como um enigma, já que uma mulher com a doença em nível grave, pode ser assintomática, enquanto em outra, apresenta sintomas, e no entanto, a gravidez acontece normalmente… O que é absolutamente certo é que mulheres que puderam ou podem ter filhos necessitam de tratamento, em todos os casos. Lamentavelmente, esta “desordem” continua presente…

Proteção aos filhos na web  e  modificações recentes na Lei brasileira

Logo abaixo, estão disponíveis excertos (partes) de dois artigos do Estadão Online sobre como proteger a infância e a juventude de nosso País; elas ”valem ouro” em relação ao tema:

Estadão.com.br quarta-feira, 5 de novembro de 2008 – Online

Como denunciar a pedofilia e como proteger seus filhos na web

Há meios de controlar o conteúdo acessado pelas crianças na web e sites permitem denúncias anônimas

Da Redação

As denuncias de pedofilia podem ser feitas em locais como a Promotoria de Justiça da Vara da Infância e Juventude e o Conselho Tutelar de cada Estado. Com uma ligação anônima, é possível fazer uma denúncia pelo número “Disque 100”, da Secretaria dos Direitos Humanos da Presidência da República (SEDH/PR).

Na internet alguns sites aceitam denúncias anônimas. A ONG SaferNet recebe dados de pornografia infantil na internet do País e aceita informações pelo site. Há também a Central Nacional de Denúncias de Crimes Cibernéticos, onde as denúncias são anônimas.(…)

O que estabelece o Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA)

Pornografia infantil – é a produção ou participação em pornografia envolvendo criança ou adolescente. Está no artigo 240 do ECA e prevê pena de 2 a 8 anos de reclusão;

Divulgação de pornografia infantil – é a publicação, inclusive pela internet, de pornografia envolvendo criança ou adolescente. Está previsto no artigo 241 do ECA, com 2 a 8 anos de reclusão;

Prostituição infantil – submeter criança ou adolescente à exploração sexual. O artigo 244-A do ECA prevê de 4 a 10 anos de prisão.

Também nestes casos, é preciso que haja a denúncia por parte dos pais ou responsáveis. Se eles estiverem envolvidos nos crimes, qualquer pessoa pode denunciar o crime.”

Fonte: http://www.estadao.com.br/cidades/not_cid273111,0.htm

¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨¨

Estadão.com.br Geral – terça-feira, 11 de novembro de 2008, 18:13 | Online

Congresso aprova aumento de pena para os crimes de pedofilia

Matéria segue para sanção do presidente Luiz Inácio Lula da Silva, pois já foi votada no plenário do Senado

Ana Paula Scinocca, de O Estado de S. Paulo

(…)

Orkut

Na semana passada, o Google Brasil entregou à CPI da Pedofilia informações de mais de 18 mil páginas diferentes do Orkut, entre comunidades e perfis, sob a suspeita de conterem material com pornografia infantil. A quebra do sigilo desses perfis foi aprovada pela comissão em julho após denunciadas pela ONG SaferNet.

Em abril deste ano, essas denúncias já haviam levado a CPI a quebrar o sigilo de 3.261 álbuns privados do Orkut, fazendo com que o Google, dono do site, tivesse de entregar logins de acesso e imagens às autoridades brasileiras. Após análise das fotos, a CPI chegou a 805 usuários acusados de manter imagens de pedofilia.

No primeiro semestre deste ano, a SaferNet recebeu 27,8 mil denúncias sobre pedofilia na internet no Brasil, uma alta de 92,8% em relação ao mesmo período do ano passado. Especificamente no Orkut foram 22,7 mil denúncias – 81,6% do total -, uma alta de 89,2% em relação a 2007.

Atualizado às 21h53 para acréscimo de informações.”

Fonte: http://www.estadao.com.br


Read Full Post »

“RESSURREIÇÃO DE CRISTO”

Rafael (Itália-Renascença) Wikipédia (MASP)

Pintura: Rafael (Itália-Renascença) Fonte: Wikipédia (MASP)

Cuidado! Daremos um salto, ou seja, do sagrado para o absolutamente profano. Estes mundos (do sagrado e do profano) convergem, se interconectam, felizmente, muitas vezes. Penso que nem mesmo esta interconexão era “prevista” pelo Criador. Viveríamos em um mundo totalmente sagrado. Aquele do Jardim do Éden, no Gênesis. Havia somente santidade. E sem essa de que seria chato… Afinal nem sabemos ao certo amar emocional e espiritualmente. Imaginem se poderíamos imaginar o que seria tido como sexo no Paraíso? O papa João Paulo II teria brincado certa vez dizendo que no Céu não haveria sexo, mas não seria chato! Sim, era um papa da comunicação e não da manutenção de tabus já quebrados há muitas décadas – um deles era “falar” a palavra sexo… Hoje estamos no extremo oposto. Tudo é explícito, e já antes da internet já havia o chamado “sexo explícito”. Depois, nos anos setenta se dá o início da produção de filmes pornográficos, com distribuição mundial. Jornalisticamente posso levantar uma tese a respeito deste “ovo de Colombo”, ou seja, a pornografia: várias produções de Hollywood, com sutileza mostraram em filmes tipo “A” a transição decidida pelos “chefões” quanto aos “negócios”. Assim, com a caça mundial ao crime organizado conhecido por – máfia (sempre detestei este tipo de filme, mas vi em família quase todos…) algo estava para mudar, como um camaleão…  A partir da prisão de Al Capone, oficialmente por crime de sonegação nos EUA, prejuízos pelo desinteresse cultural por cassinos já em meados dos anos 70, o que comprometia o lucro com drogas e prostituição em escala planetária, acabou por “quebrar a banca” destes grupos, quando no início dos anos 80 eclodiu a chamada “Operação Mãos Limpas”, na Itália.

PORNOGRAFIA E SEUS DERIVADOS NA INTERNET

Desmantelados, e, além disso, anacrônicos em suas estratégias de lucro fácil, já que acabara a fase do “romantismo” que Hollywood retratara desde os anos 40. Nos filmes, apareciam bandidos com famílias, em casamentos, batizados, todos muito bem-vestidos, o que retratava a incoerência daquele modo de vida. Afinal, tais cenas destoavam das seguintes: deslealdades entre os membros das “famílias”, vidas duplas, assassínios e crueldades, e por aí vai. Sem sombra de dúvida, a paróquia perderia tragicamente o padre se este não casasse ou batizasse mafiosos e filhos… Assim, centralizaram em Los Angeles seus “negócios”, e entre eles, há de tudo em relação à pornografia.  A máfia&associados hoje “limpam” a procedência do dinheiro do tráfico de drogas, prostituição, cassinos, vídeo-pocker (máquinas de caça-níquel de jogadores compulsivos, espalhados pelo mundo. Bilhões de dólares são arrecadados por ano nos EUA, tudo dentro lei. Seus associados, no mundo todo, tocam contentes seus hotéis, pousadas paradisíacas, cassinos, companhias de viagem (estas, têm rotas que favorecem o turismo sexual- nada de fazer um “tour” pelo Vaticano…). Além disso, obviamente há toda uma gama de mercados e mercadorias, legais e ilegais na cercania de seus empreendimentos.

Um deles, a produção pornográfica nada mais tem a ver com sonegação de impostos. Já é rentável em si, e para completar o lance perfeito que este tipo de negociantes engendrou modernamente, ela garante uma tranqüila “lavagem de dinheiro” do que não é declarado na contabilidade… A propósito, fiquei sabendo recentemente que no Brasil, este tipo de produção fílmica chega à casa dos bilhões também, já que ocupamos o 2º lugar no ranking de produção pornográfica. A conexão é grande com os EUA – “performers” de lá (com Aids, etc.., por uso de drogas) contracenam com os daqui. E ninguém, na maioria dos casos, pede exame médico. No caso, as mulheres brasileiras , principalmente, ganham mais dinheiro das produtoras se não usarem preservativos… Este tipo é muito procurado no mercado de compra de DVDs pornográficos; portanto, seu custo é alto, isto é, hiper-lucrativo. O Apocalipse está às portas…

É LEI, A PARTIR DE HOJE NO BRASIL: DENÚNCIAS DE “ABUSO ON LINE” SERÃO ABSORVIDAS POR ÓRGÃOS CONTROLADORES, COMO NOS EUA E NA EUROPA

Então, preparem seus espíritos para este alerta contra os pedófilos, produtores e consumidores de pornografia de todo tipo na net. Para me proteger dos que não lidam com pornografia infantil, em minha defesa, sou obrigada a dizer que, provavelmente, muitos entre os produtores de pornografia não sejam pedófilos. Creio que isto é suficiente perante a lei. Ainda assim, sou totalmente contra  a pornografia  e sua produção, de qualquer tipo. Sou contra inclusive a produção e divulgação de filmes que fazem apologia dela (a pornografia) em filmes do tipo “A”, em Hollywood.

O que me inspirou a trazer este assunto 100 por cento profano? A morte da menina Raquel Genofre, de 9 anos. Foi colocada por um pedófilo em uma mala, estrategicamente, debaixo da escada do metrô, em Curitiba, no Paraná. O criminoso conhecia sistemas de vigilância, já que nessa área havia um campo cego para as câmeras. Eles, possuem uma inteligência privilegiada, voltada para o Mal… Jesus disse: “Se alguém fizer algum mal a um destes meus pequenos, será melhor amarrar ao pescoço uma corda com uma pedra, e se jogar no mar”. Foi Jesus Cristo, o Salvador que proferiu, de antemão o veredito. Sugeria que este tipo de criminoso não teria clemência no Juízo Final. Eu não entendo muito bem a paradoxal indicação de Jesus ao suicídio, já que não sou teóloga, no entanto, ao que parece, quer nos dizer, por analogia, que é a mesma coisa que ir direto para o inferno após a morte. Assim, caso não acabe com seus crimes (se suicidando) terá a permanente presença de seres espirituais malignos, em vida, todo o tempo. Portanto, não terá possibilidade de redenção; seguirá sempre no caminho do mal. Uma auto-exclusão quanto à noção de culpa, de arrependimento pelo mal cometido contra crianças e jovens. Seres indefesos, que pelo pouco tempo de vida, quase nada conhecem sobre o mundo que os cerca. Observem: os pedófilos não se suicidam… Isto acontece em crimes passionais, ou nos casos de overdose ou mistura de álcool e drogas. Nos últimos dois casos, que Deus me perdoe a ignorância, mas circunstâncias específicas (pressão externa para cometer indignidades, por exemplo), penso que possam contar com a misericórdia de Deus. As drogas aniquilam a alma… Certos suicídios a ela ligados, e que são muito comuns atualmente entre jovens, para mim, fazem parte do âmbito dos mistérios espirituais.

RAQUEL, UMA CRIANÇA ANGÉLICA…

Enfim, infelizmente, todos ficamos sabendo que Raquel era comunicativa e inteligentíssima, e que, conforme o pai, acompanhavam (estavam separados) a filha quando entrava no Orkut. Continuaram fazendo o que faziam quando unidos. Entretanto, há internet na escola, nas “lans”, na casa de amiguinhas. São possibilidades, já que o pai não acredita em abordagem pela internet.

Esta criança de nove anos (agora, sua alma vive na segurança das mãos de Deus, Amém!) – seu próprio pai disse algo assim – havia recebido uma semana antes de seu desaparecimento e morte, um prêmio da escola que freqüentava, pela qualidade de sua redação…

PRECISAMOS PROTEGER NOSSAS CRIANÇAS E JOVENS. OS TEMPOS MUDARAM.

Estou chocada. Vivo em choque. Os crimes contras as crianças, ultimamente no Brasil não envolvem somente a internet. Um pouco antes, um “pai” e a madrasta mataram e esquartejaram dois meninos, um deles com 13 anos (João Vítor) e o outro com 11(Igor). A madrasta os “despachou” com dinheiro para a rodoviária, para que voltassem para a mãe biológica. A polícia os encontrou sozinhos e os levou de volta para casa. Uma briga entre o casal decidiu o destino dos dois inocentes, naquele momento foi fatal. Houve outros, já que a madrasta chegou a ser denunciada, por certo, anonimamente, ao Conselho Tutelar por maus-tratos. Um deles foi asfixiado pelo pai, e o outro foi esfaqueado na cozinha pela madrasta. Que João Vítor e Igor, finalmente descansem em paz nos Braços Amorosos de Deus Pai. Amém.

Lamento expor estes detalhes, mas eles reforçam minha idéia de que o “Amor já não é amado”, como dizia São Francisco. Aqui o Santo, a meu ver, quis desabafar sua amargura, devido à impiedade, à pobreza que imperava na Idade Média.  Deus criou tudo com Amor, portanto sem amor não há vida. Pensar nisto é uma pista, uma reflexão para ações em nível micro e macro no mundo religioso cristão. É hora de abandonar o proselitismo que faz perder o foco: “Amai-vos uns aos outros, como meu Pai vos ama”, disse Jesus Cristo.

Ao lado, no Blogroll, disponibilizo um vídeo governamental, produzido no Reino Unido sobre “abuso on line”. Não terá legendas em português, mas é muito bem produzido, e posso  garantir a vocês que será bem compreendido pelas imagens. A estória envolve a personagem “Clare”, e tem um final feliz!  No final, a garota assediada rompe o que vejo como um “círculo maligno de sedução”. No entanto, como a maioria, chega a pensar romanticamente no pedófilo, e aceita um encontro, mas, felizmente, não passa disso. Volta para casa, e, pelo teclado, o denuncia.A trilha musical apresenta uma canção sensível, tocante, certamente a banda e seu intérprete, além da letra foram muito bem escolhidos. Há uma cópia deste vídeo no orkut e está legendada. No entanto, o vídeo e a tradução terminam com a estória. No original, há comentários sobre esta produção do governo do Reino Unido, e caminhos para o enfrentamento desta realidade alarmante, e que cresce exponencialmente. Não perderemos esta batalha. Há várias lutas sendo travadas com sucesso. Que Deus nos ajude. Amém.

http://www.ceop.gov.uk/mediacentre/video.asp“Clare pensava que sabia…”

Read Full Post »

Ditoso o coração enamorado

Que só em Deus coloca o pensamento;

Por Ele renuncia a todo o criado,

Nele acha glória, paz, contentamento.

Vive até de si mesmo descuidado,

Pois no seu Deus traz todo o seu intento.

E assim transpõe sereno e jubiloso

As ondas deste mar tempestuoso.

Read Full Post »

Jesus e a tempestade

Jesus e a tempestade

Na medidas das circunstâncias, tudo corre bem. Estamos vivos e inteiros, como dizem por aí, e isto é muito importante. Creiam nisto, sim? Estamos seguindo nosso roteiro, e Deus cuida de nós, ainda que venham acidentes, doenças, incompreensões, discórdias, limitações materiais, sensações de vazio (que algumas vezes passam por nossa mente), dúvidas sobre o sentido de tudo que nos envolve e sobre o que, de fato, significamos como criaturas de Deus.

Penso que esta vida é ao mesmo tempo maravilhosa e, inexoravelmente, tenebrosa. Vivemos entre luz e trevas… Mesmo os Santos e Santas que viveram tão somente para Deus, dentro da vida monástica e fora dela, conheceram “A Noite Escura da Alma”, parafraseando São João da Cruz. O título de seu famoso escrito é revelador, já que em sua santidade visava o perfeiçoamento da Cristandade. Esta, a seu tempo também vivia em constante luta contra o egoísmo, em meio a uma  pretensa auto suficiência. É um mal que tem nos acompanhado ao longo dos tempos. Quanto a esta auto suficiência humana, já culturalmente aceita, é horrível pensar que, de algum modo, entre distraída e deslumbrada com pequenas conquistas, me deixei ficar, ainda que por um breve tempo neste patamar… Mas nossa alma sabe, se o deseja obviamente, ordenar para que as feras desistam de seu intento. Santa Teresa de Jesus nos dá a conhecer nossa superioridade, em Deus, para que avancemos com consciência e fortaleza sobre os inimigos de nossa alma. Eles têm muitos ardis, mas agem com sutileza… São invisíveis, e como São Pedro alertava:”(…) rugem à nossa volta, para nos devorar”. Temos que nos decidir a dizer muitas vezes “não”! A oração, o pensamento voltado para as coisas sagradas – que vem de Deus: o amor, a amizade, o perdão, no que depende de nós, nos salvam. Creio que fazem uma barreira contra esta verdadeira avalanche de “informações”, que contêm obscenidades, culto à violência, ofertas de consumo, enfim, contra a superficialidade de nossa sociedade.

Desse modo, nós que estamos mergulhados até o pescoço neste ritmo de coisas, temos como aliada o que os teólogos denominam Teologia da Revelação – o Antigo e o Novo Testamentos. Assim, sabemos, na profundidade de nossos corações que enfrentamos um combate espiritual que se dá no dia-a-dia. São Paulo nos lembra” O bem que quero não faço, e o mal que não quero, este, sim, faço (…)”. Esta batalha espiritual e física, se dá primeiramente contra nós próprios (nossas inclinações, as que não nos propendem à santidade – falar, agir, etc.). Em seguida, é contra o mundo que nos cerca que se dá o combate interior. A vida atual, muito mais que no passado, foi tornada cada vez mais profana. Lembremos da “queda da Graça do Criador”: o pecado original. Esta luta é contínua; há uma cultura que busca subverter as ações voltadas para o Bem. Lembram de Santa Teresa de Calcutá? Envolveram-na, sem sucesso em suspeitas de corrupção… Vi o filme sobre sua vida. Um grupo, formado por leigos voluntários foi criado por um sacerdote apoiador, para angariar fundos. Ela não gostava de lidar com dinheiro, mas discordava quanto a dar controle a um grupo, até que cedeu à idéia deste sacerdote, seu amigo, com aprovação do bispo. No ano 2000 já era uma “corporação”… Em 2003 retirou a autoridade do grupo, desfazendo-o, desta vez com o apoio do mesmo sacerdote e o reconhecimento de que ela sempre esteve certa. Para ela, a simplicidade traz paz, alegria a qualquer iniciativa voltada para o bem.

Vivemos atualmente oprimidos pelas exigências de um modo de vida desumano e desumanizador, que inúmeras vezes depõem contra nossos valores. Mas o discernimento se mostra pela nossa consciência (segundo os valores atemporais do Cristianismo). E, esta (a consciência) racionalmente nos apresenta a melhor escolha: a que não nos trará qualquer arrependimento. Sugiro que vejam o filme “O Maquinista”.

Por vezes, esta “harmonia interior” balança nosso edifício (ou castelo?) , já que as pressões tornaram o viver humano uma elegia à vida profana, tal como uma moeda que tem uma única face. Do outro lado… nada. É esquisito dizer isto, mas é o que ocorre na atualidade: o sagrado não inspira as ações, as decisões. No entanto, esta realidade é questionável, porque afinal somos livres, temos livre-arbítrio. Não somos “zumbis”, ou, igualmente ruim, “brinquedos robóticos” de lojas de departamento… Ele [o Sagrado] é vital para a paz interior de quem não admite abdicar de sua humanidade. Acredito piamente que sempre é tempo para reverter qualquer processo. A propósito procurem algo sobre Santa Maria do Egito, a eremita, que viveu por mais de 40 anos no deserto. Absolutamente só, soube se proteger de perigos – nos desertos há cavernas, todos sabemos, com leões, serpentes, escorpiões. Alimentava-se de gafanhotos e outros insetos. Teria sido uma linda mulher, que até os 17 anos vivia satisfeita com sua vida mundana. Certo dia abandonou tudo. Foi encontrada por um monge chamado Zósimo, era um padre do deserto que, casualmente por lá peregrinava. Vivia dignamente, mal coberta por trapos. Apresentava uma magreza que espantou o monge. Também, possuía grande sabedoria, e para admiração de todos conhecia a Bíblia. Isto se passou no ano 500 da era cristã. É venerada no Oriente, mas pouco conhecida no Ocidente.

Assim, é nosso direito sonhar com um mundo justo, com o amor de alguém em especial, com, pelo menos, a expectativa de confiança básica naqueles que depositamos nossos afetos (e que consideramos recíprocos), tanto na relação familial, quanto dentro da comunidade em que vivemos. Em todo caso, na pior das hipóteses, afirmemos com Santa Teresa de Jesus : “Somente Deus basta.”

Não é nem um pouco fácil, mas, já que vivemos quase que desumanizados, em defesa de minha integridade pessoal, tenho a tendência, desde muito jovem, a ter rejeição a qualquer gueto de idéias, estilos, modos de vida, etc., que deixem de lado a possibilidade da busca do amor, em tudo e em todos. Há somente, pelo menos para mim, uma condição: ser um ser humano de boa-vontade. A meu ver, este critério faz cair as frutas podres do pomar que há em nosso coração… Levei tempo para compreender isto interiormente e ficar em paz comigo mesma. Portanto, não faço concessões.

Voltemos nosso foco às “Moradas”. Santa Teresa de Jesus não desperdiça a alma de ninguém em seus escritos, mas suas admoestações demonstram a evidência de que podemos mais, mais, mais… A cada dia podemos, no que depende de nossa vontade, buscar nosso aperfeiçoamento como pessoas. Temos a vida toda para empreender este desafio. Este é o objetivo dela em “Castelo Interior – Moradas”, e ele não vale somente para quem decidiu entrar para um convento, ou para o monastério. São patamares que devemos ultrapassar, e que na elaboração de Santa Teresa de Jesus são sete. Na verdade, ela se refere a moradas espirituais. Ela vai nos incentivando a subir os degraus de nosso castelo interior… A meta é a perfeição. Não se trata de vaidade: eu acrescentaria (com certo constrangimento, pela ousadia), aquilo que me vem à mente neste momento: Jesus Cristo disse: “Sede perfeitos como meu Pai O é.”

No post anterior, prometi que publicaria neste blog o que Santa Teresa de Ávila deixou escrito sobre “Provas”. Este termo compõe o Índice Analítico de as Obras Completas, no qual qual ela se refere às provações que sofremos na vida (in Teresa de Jesus, “Obras Completas”, texto estabelecido por Frei Tomas Alvarez, Ordem Carmelita de Descalços(O.C.D.); em sua edição brasileira o texto foi revisado e anotado por Frei Tomas de La Cruz (O.C.D.), Editorial Monte Carmelo, Burgos, 1997. Edições Carmelitanas. Edições Loyola, São Paulo, Brasil, 1995; 2ª edição 2002).

Provas

“O Senhor quer provar aos que O amam antes de colocar neles seus grandes tesouros [V 11,11]; mesmo os mais elevados na oração, Deus os quer provar  algum tempo, parece que Sua Majestade os deixa [V15, 12]; algumas vezes permite o Senhor que caiamos… para provar se nos pesa muito tê-lo ofendido [M, 2, 1, 8]; provemo-nos a nós mesmos antes que nos prove o Senhor [M 3, 2, 3] Sabe Deus provar se não nos provamos a nós mesmos [M 3,1, 7];  Deus dá licença ao demônio para provar-nos [M 6, 1, 9]; Nosso Senhor a quer provar para ver o amor que Lhe tem [Cta 329, 2]; muitas vezes o Senhor prova para ver se as palavras se conformam com as obras [Cta 264, 3.”

Read Full Post »

Em outro post mencionei que oscilava entre a oração (precária, a meu ver) e a provação. Neste âmbito de minha espiritualidade – a oração – estou aprendendo a aprofundá-la com Santa Teresa de Jesus (de Ávila). Faço questão de revelar-lhes que não sou do tipo “murmurador”, ou seja, fico quieta diante de incômodos (não de injustiças; tenho que ser mais moderada…). Ou seja, se trata daquelas expressões que saem quando nos queixamos de algo, sem pensar muito: “que coisa…”, “não podia imaginar…”, entre outras que vão até o nível da baixaria, o que é, aliás, é um costume muito antigo ao longo da História da Humanidade… Acho que não devemos (eu tento me corrigir, sempre que me dou conta) dizer: “Meu Deus!”, ou “Jesus”, Nossa Senhora”. Este, não é um hábito corrente somente de nossa cultura. É impressionante ouvirmos nos filmes de Hollywood falas em que assassinos, ladrões, espertalhões, etc., se queixam, se espantam, enfim – murmuram tais expressões – com o diferencial, que são proferidas nos roteiros, com descarada naturalidade, só que em versão inglesa… Outros povos tem coleções dessas impropriedades. O Brasil não é diferente. A propósito, sem “murmurações” de nossa parte, nos envolvemos em um acidente com nosso automóvel. Eu e meu marido e os dois ocupantes do furgão saímos ilesos de tudo. Foi a primeira vez que passamos por isto em nossas vidas. Talvez o choque evite, em alguns, maiores arroubos, não sei…). Sei que andei rezando pela rua logo após estacionarmos nosso carro, que em nada no motor foi afetado. Não vínhamos em velocidade alta, mas a necessidade de passar, sem demora, para a pista paralela, que descia, em curva da rodovia,  foi fator decisivo para o que ocorreu. Sim, tudo aconteceu no dia de ontem, quinta-feira, e por esta razão, precisei caminhar (além da palidez natural e as pernas um tanto bambas, levei bem tudo que se seguiu). Havíamos escapado de um acidente que poderia ter sido fatal (pelos comentários) ou causar nos dois ferimentos… No entanto, Graças a Deus, como afirmei antes, estacionamos o carro na universidade, sem o vidro do motorista, a lataria com um traço sobre a pintura, que mostrou sua força ao arrancar o visor lateral dele, e o metal e borracha que envolve a janela. Deu para fechar a porta e ir até a reunião, ontem às 16h.

Estávamos adiantados, já que eram 14h e pouco. Eu desceria no centro da cidade, após viajarmos cerca de uma hora para a cidade vizinha, e meu esposo rumaria para a universidade que leciona. Danos materiais – foi somente isto que tivemos! Eu havia dito ao entrarmos na rodovia, em obras, com vários desvios: “que os Anjos de Deus nos protejam”, assim, literalmente… Em um primeiro momento, depois do acidente, meu marido queria voltar para a cidade que residimos e não ir à reunião, ainda que bastante importante, mas o convenci que o “pior” naquela situação já havia acontecido, afinal, sobrevivemos ilesos! Ele me ouviu. Estacionou no pátio da universidade, peguei minhas coisas (ele ainda perguntou se eu estava em condições de caminhar, e eu disse que sim). Nos abraçamos e beijamos, e seguimos adiante. Na rua, atravessei com o máximo cuidado, por me sentir com as pernas meio fracas. Sabia que era meu sistema nervoso abalado. Mas como nada sofremos, caminhei em frente, e fui recitando uma oração após outra, discretamente, já que pessoas cruzavam por mim, vez ou outra. Agradeci por todos nós, rezando, de início, o Creio, seguido do Pai-Nosso, da Ave-Maria, do Santo Anjo do Senhor, do Glória ao Pai; em alguns momentos observei a paisagem, meditei o acontecido, pensei em nossas famílias, em meu esposo, e repeti cada oração várias vezes até chegar ao destino que havia me proposto. Depois de tudo fui à Igreja Matriz e lá me ajoelhei (bastante cansada devido à escadaria), e agradeci novamente em oração e pedi que, afora o prejuízo e outras adversidades, nosso Criador, Seu Filho Jesus Cristo e Nossa Senhora nos fortalecessem nesta fase difícil. Saí de lá, após uma ligação de meu marido, pensando mentalmente no Salmo 23: “O Senhor é meu Pastor; nada me faltará. Ainda que eu ande pelo vale da sombra da morte, nenhum mal temerei porque Tu, Senhor, estás comigo (…)”. Amém.

Estamos bem, apesar do que aconteceu. Somos seres racionais, portanto tudo deve ser decidido no “nosso” tempo (sem atropelos) e segundo a vontade de Deus para nossas vidas, que acredito nos guiará a cada passo. É assim que penso. Perigos… Santa Teresa de Ávila quase foi “indicada” para os mentores da Inquisição. Um tempo de trevas, só que na atualidade a velocidade, a competição correm contra nós, contra o nosso espírito, quase o sufocam… De qualquer modo, imagino que Santa Teresa de Jesus rogou por nós naquele momento, pelo que me sinto honrada e agradecida. Acredito que os Santos e Santas que viveram antes de nós são nossos intercessores “privilegiados” junto à Corte Celestial, conforme meu avô materno certa vez fez referência. Ele falava somente o suficiente. Eu o admirava por isto, e o amava muito.

Não há tempo para acompanhar a seqüência; parece que tudo ocorre em um lapso, e nossa mente, nossa vida, nem sequer parecem estar em perigo. Foi assim que me senti, mesmo depois. Ele estava mais nervoso, mas aos poucos vai lembrando de por que tudo aconteceu. O que importou para nós dois e para a outra parte é ninguém saiu ferido. Disseram que tivemos sorte porque o furgão de tamanho médio portava uma carga pesada, e portanto estava bem abaixo de sua altura normal. Não vale a pena detalhar se não tivesse carga. Teve somente a ponta do pára-choque entortada e o farol traseiro quebrado. Por isto, sem murmurações (como é Sua vontade no Antigo Testamento), lhe damos Glória. De Deus Pai vem o sentido de nossas vidas e a fortaleza que devemos e queremos ter diante da vida. Amém.

Volto a lembrar: amanhã postarei o que Santa Teresa de Ávila (de Jesus) deixou-nos em seus escritos a respeito de “Provas”. Postarei um de seus poemas, que, por certo terá algo a ver com o que partilhei com vocês. Que Deus os proteja e cuide do que se passa em suas mentes e corações. Amém.

Read Full Post »